Páginas

quinta-feira, 7 de maio de 2015

"Oh! sonho meu onde está,
Que meus olhos já não o consegue alcançar,
Por onde andarás,
Preciso tanto de ti,
Preciso de ti aqui,
Porque ando tão assim,
Sem esperança em mim,
Numa tristeza sem fim..."
FATIMA CRISTINA SANTOS