Páginas

sábado, 7 de junho de 2014

SEU BEIJO

"SEU BEIJO

Quando sinto,
Teus beijos,
Em minha nuca,
Eu sinto que nunca,
Escaparei de seus desejos,
Eu sinto,pressinto.

Seu sopro,
Que é quase um assovio,
Sobre minha pele,
Vai me provocando,
Uma onda de arrepio,
Incontrolável interpele.

Sensação quase inconsciente,
Ou talvez ciente,
De prazer extremo,
De amor pleno,
Que cada vez que lembro,
Tremo,tremo,tremo..."


FATIMA CRISTINA SANTOS

Foto: "SEU BEIJO

Quando sinto,
Teus beijos,
Em minha nuca,
Eu sinto que nunca,
Escaparei de seus desejos,
Eu sinto,pressinto.

Seu sopro,
Que é quase um assovio,
Sobre minha pele,
Vai me provocando,
Uma onda de arrepio,
Incontrolável interpele.

Sensação quase inconsciente,
Ou talvez ciente,
De prazer extremo,
De amor pleno,
Que cada vez que lembro,
Tremo,tremo,tremo..."

FATIMA CRISTINA SANTOS