Páginas

sábado, 7 de junho de 2014

"PORQUÊ?
Minhas suplicas,
Não são ouvidas?

PORQUÊ?
Minhas vontades,
Não são atendidas?

PORQUÊ?
Essa droga,
De vida?

Minha vida sem você,
Tornou-se inverno,
Um congelamento eterno.

Aprisionada ,
Nesse ti querer,
Espero..."

FATIMA CRISTINA SANTOS