Páginas

segunda-feira, 11 de março de 2013

POEMA—SEU PERFUME.


*Andando pelas ruas,senti o teu perfume,* *Sim o teu,o nosso perfume,* *O aroma que me embriagava,* *Que vinha de suas roupas,de seu corpo e que me atordoava,* *E com esse perfume vinheram-se as lembranças,* *De quando estávamos juntos,e as esperanças,* *De tantos planos feitos,* *De tantos sonhos desfeitos.* *De tanta paixão,tanta volúpia,* *Para acabar em penumbra.* *De tantos desejos,tantos beijos,* *Para acabar e ficar o desespero.* *O desespero de não tê-lo ao meu lado,* *O desespero de ter um futuro com você despedaçado.* *O desespero de não mas ter seu perfume ao meu lado.* *Quantas lembranças e sensações é capaz,* *Um perfume,um aroma de fazer-nos regressar.* *E em meio as pessoas,fiquei a ti procurar,* *Na esperança nem que por um instante,* *Eu conseguisse ti avistar.* *Mas não te achei,* *E a dor só fez aumentar.* *Que faço para arrancar do peito,* *Todo esse sentimento,* *Se cada vez que sinto seu cheiro,* *Ponho-me em ti pensar...*