Páginas

terça-feira, 26 de março de 2013

POEMA-TRISTE RETRATO DE MIM.


*Estou perdida em meus pensamentos,* *Com o coração apertado,* *Um tanto magoado.* *Daqui dessa janela,no alto,* *Vejo pessoas,vejo carros a passar,* *Que vontade de gritar,griTRAR e GRITAR,* *Mas minha voz pôs-se a faltar,* *E acabou-me por calar.* *Muda fiquei,sentindo-me;* *Aprisionada,isolada,engessada.* *O que aconteceu para me sentir assim?* *Qual o motivo me fez ficar assim?* *Cadê minhas forças?* *Será que resolveram me abandonar.* *Cadê minha alegria?* *Aonde será que foi parar.* *Eu não sou assim,* *Um triste retrato de mim.* *Mas como reagir?* *Se minha voz foge de mim.* *Como me movimentar?* *Se estou paralisada.* *Como pedir ajuda?* *Se estou muda.* *Hoje acordei assim,* *Um triste e tenebroso retrato de mim...*