Páginas

quinta-feira, 28 de março de 2013

POEMA-LUTAS INTERNAS.


*Meus olhos estão marejados,* *As lágrimas insistem em cair,* *Meu coração está agitado,* *Minha alma parece querer fugir de mim.* *Preciso me acalmar.Mas como?* *Se meus olhos não conseguem enxergar,* *Se meu coração não quer se acalmar,* *Se minha alma quer se afugentar.* *Estou em meio a uma batalha,* *Entre me entregar ou lutar,* *Entre sufocar ou respirar,* *Entre reagir ou fugir.* *Talvez deva ir deitar,* *E amanhã ao acordar,* *Chegue a conclusão,* *Que foi só um dia ruim,* *Ou somente um sonho ruim...*